Blog
Proletor: Diretoria REVAL / Data: 07/12/2020
  • blog image

Muitos dizem amar o fim do ano. Seja por seus eventos festivos ou pelo momento de repouso e reflexão que nos proporciona. Há também aqueles que digam não gostar. Afinal, o fim do ano representa o fechamento de um ciclo, o qual, muitas vezes, nos trazem consciência de nossa fragilidade e impotência diante do passar do tempo. É no mês de dezembro que escutamos frequentemente, seja de um colega de trabalho ou algum ente querido, a fala de que o “ano voou”. Na maioria das vezes, nem nos permitidos um breve momento de reflexão. Não há de se contestar o óbvio, não há de se pensar duas vezes. Nos resta apenas balançar a cabeça em sinal positivo e reiterar: “Sim, como o ano voou”.

O ano de 2020 não foi diferente. Aliás, minto: o ano de 2020 foi muito diferente. Não que ele também não tenha passado rápido como os anteriores, passou sim, tão breve como um suspiro. Mas foi único e imprevisível. Como até então nunca tínhamos vivido. Sobretudo as gerações mais jovens no Brasil, que viviam a pacata rotina: sem conhecer guerras, ditaduras, ou qualquer outro estado de calamidade. A vida fluía, um tanto como linear, na ausência de qualquer outra força exterior que nos chacoalhasse, retirando todos, sem discriminação de cor, classe ou gênero, desta linearidade. Março chegou. Nos deparamos frente a frente com o início de uma epidemia, que acreditávamos ser possível apenas em filmes. E como, em muitos momentos desses últimos 9 meses, desejamos que fosse mesmo apenas um filme, que logo chegaria ao seu final.

Em 2020 entramos para a história. Como muitos dos eventos históricos, a pandemia atual foi e, infelizmente, continua sendo trágica, triste e sufocante. Os aprendizados foram muitos, no entanto. Ao sermos forçados ao distanciamento, entendemos o quanto são importantes o afeto e o contato humano para a nossa saúde física e mental. Diante da angústia e desespero, vimos o poder de ter esperança e de nos mantermos fortes e unidos. Na Reval não foi diferente. O ano mais conturbado e angustiante foi justamente em seu 25o aniversário. Com o peito apertado, visando o bem estar e saúde de nossos colaboradores e seus familiares, o gerenciamento dos desafios de continuar produzindo e de manter a excelência foram exaustivos. Sim, estamos todos cansados, ansiosos pelo descanso, tão merecido, e que logo se aproxima.

Gostaríamos de agradecer, sobretudo neste ano tão difícil, à toda equipe REVAL. Equipe que se manteve resiliente, forte e unida diante de todas as intempéries vividas nos últimos meses. Em um cenário de mortes e perdas, somos vitoriosos ao fecharmos o ano com todos os nossos colaboradores entre nós. As comemorações de fim de ano, possivelmente também não serão as mesmas. Mesmo que ainda seja necessário a distância, que sejamos pacientes, responsáveis e criativos, nos adaptando ao contexto e criando configurações de celebramos o Natal e a Virada do Ano com aqueles que amamos. Desejamos-lhes um Feliz Natal e que o Ano Novo nos traga um pouco mais de leveza, segurança e muita prosperidade. Nos veremos em breve, REVAL!